contador de visitantes
Pilotados por Debora Rodrigues

Pilotados por Debora Rodrigues

RM Competições é show em Córdoba !

Depois de uma corrida tensa, com brutos que ficaram pela pista, Felipe Giaffone vence em primeiro luugar na etapa de Córdoba da Fórmula Truck  no Autódromo Oscar Cabalén, em Alta Gracia, na província argentina de Córdoba.

A vitória foi conquistada por Felipe Giaffone, piloto de um dos MAN-Volkswagen da RM Competições. A corrida teve dois líderes – Giaffone, na primeira volta, Totti, da segunda à 16ª, e Giaffone, em todas as demais. “Eu já esperava muita disputa, porque havia um pessoal muito forte atrás de mim. Na relargada, meu caminhão estava ainda muito bom, mas no final da prova já estava sem freios”, contou o vencedor, que terminou o Campeonato Sul-Americano como quarto colocado e subiu para terceiro na classificação do Brasileiro.

Na 22º volta, Débora Rodrigues ocupava o sexto lugar e buscava aproximação em relação ao quinto, Luiz Lopes, quando enfrentou problemas em seu caminhão e perdeu a posição para Valmir Benavides, parceiro de Monteiro na Scuderia Iveco.

A história do campeonato começou a ganhar novo rumo na 23ª volta, quando Monteiro teve o pneu dianteiro furado. Mesmo lento, ele fui para os boxes para a troca do pneu. O alto número de abandonos da corrida mantinha a chance de título do pernambucano, que manteve-se em sexto. Totti, mesmo com sua segunda saída de pista, mantinha-se na pista, em quarto. À sua frente estava Lopes, seu companheiro na equipe ABF Racing Team.

Após 32 voltas, o resultado final do GP ZF Astronic, em Alta Gracia, foi o seguinte:

1º) Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 1h00min49s984
2º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, a 13s099
3º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 16s079
4º) Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 20s297
5º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, a 2 voltas
6º) André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM-Competições, a 2 voltas
7º) Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, a 3 voltas
8º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, a 3 voltas
NÃO COMPLETARAM
Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, a 9 voltas
Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, a 13 voltas
Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, a 13 voltas
Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 14 voltas
Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, a 15 voltas
Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 21 voltas
Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, a 22 voltas
Diumar Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, a 23 voltas
Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 24 voltas
Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports, a 27 voltas
Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports, a 27 voltas
Melhor volta: Giaffone, na 12ª, 1min32s940, média de 142,969 km/h

CLASSIFICAÇÃO
A classificação final do Sul-Americano de Fórmula Truck: 1º) Totti, 70 pontos; 2º) Monteiro, 66; 3º) Marques, 64; 4º) Giaffone, 61; 5º) Salustiano, 45; 6º) Jardim, 39; 7º) Cirino, 38; 8º) Andrade, 36; 9º) Benavides, 25; 10º) Piquet, 20; 11º) Boessio, 19; 12º) Marinelli e Lopes, 15; 14º) Martins, 11; 15º) Bueno, 10; 16º) Pucci, 9; 17º) Rodrigues, 9; 18º) Maistro e Fittipaldi, 6; 20º) L. Reis, 5 e Gomes, 5; 22º) Dirani, 4; 23º) Muffato, 3; 24º) J. Reis, 2
 
No Brasileiro, a classificação do campeonato é: 1º) Totti, 129 pontos; 2º) Monteiro, 105; 3º) Giaffone, 99; 4º) Marques, 81; 5º) Salustiano, 70; 6º) Cirino, 66; 7º) Andrade, 63; 8º) Benavides, 44; 9º) Jardim e Marinelli, 39; 11º) Boessio, 38; 12º) Piquet, 36; 13º) L. Reis, 33; 14º) Rodrigues, 32; 15º) Martins, 31; 16º) Maístro, 30; 17º) Bueno, 21; 18º) Lopes, 18; 19º) Pucci, 17; 20º) J. Reis, 11; 21º) Dirani, 9; 22º) Muffato e Fittipaldi, 7; 24º) Gomes, 5.
 
A classificação final do Campeonato Sul-Americano entre as Marcas da Fórmula Truck é a seguinte: 1º) Volkswagen, 163 pontos; 2º) Mercedes-Benz, 137; 3º) Iveco, 94; 4º) Volvo, 70; 5º) Scania, 40; 6º) Ford, 9. No Brasileiro de Marcas, a três etapas do término da temporada de 2012, a pontuação é a seguinte: 1º) Volkswagen, 243; 2º) Mercedes-Benz, 241; 3º) Iveco, 169; 4º) Volvo, 138; 5º) Scania, 98; 6º) Ford, 14.
formulatruck.com.br

“Mulheres Ricas 2″ pode repetir elenco da primeira temporada!

O “Mulheres Ricas 2″, da Band, poderá ser semelhante a primeira edição e não ter nenhuma novidade. A estreia está prevista para o início de 2013.

De acordo com a Coluna Flávio Ricco, do UOL, informações de dentro da emissora, mas não de fontes oficiais, revelam que a Band deseja repetir as participantes: Val Marchiori, Lydia Sayeg, Débora Rodrigues, Brunete Fraccaroli e Narcisa Tamborindeguy.

Vale lembrar que recentemente a emissora pagou multa rescisória à Record para ter a socialite Marchiori de volta ao programa.

E há boatos de que o reality já está sendo gravado, será que nossa piloto está escondendo o ouro ?


Débora Rodrigues participa do ‘Manhã Maior’ na RedeTV!

A Piloto de Fórmula Truck participou nesta sexta (16) do programa Manhã Maior da RedeTv!, a piloto falou sobre seu trabalho, comentou sobre notícias dos famosos e diz torcer por Nicole Bahls no reality show ‘A Fazenda”.
A Musa das pistas ainda comentou;

 ’Não consigo trabalhar onde não sou feliz’

 E com sua simpatia mandou beijos para alguns fãs intitulados pela própria de “Debizetes” .


Veja a belíssima reportagem da revista Ícone com Debora Rodrigues no site; 

http://revistaicone.com/revista20/#/20ª%20EDIÇÃO/22

Onde vai parar a inveja ?

Que o podium conquistado por nossa Piloto iria dar o que falar todo mundo já sabia né? Que iria surgir admiradores novos, elogios novos, matérias que iriam elogiar nossa Piloto ao extremo, certo? Não foi bem assim…

Depois de uma bela corrida com o 5º lugar merecidamente conquistado um alguém chamada Alessandra Castro do blogdoestado.com publica a seguinte infeliz matéria;

"Olha, nada contra a amiga Débora Rodrigues Caminhoneira, na verdade dou meus parabéns pra ela por se embrenhar tão bem nesse clubinho masculino e ainda sair vitoriosa, como no caso da sua última conquista na Fórmula Truck. A grande questão na verdade é que, tipo, NÃO TINHA COMO IR NO BANHEIRO ANTES, COLEGA? 
Gente, deve ser muito emocionante mesmo e radical essa vida de piloto, a pessoa nem consegue controlar a bexiga, né? Mas, tenho que dizer que isso não é uma atitude bonita e nada elegante, portanto, amiga Débora, aos nossos olhos você deveria ou ter pedido com licença e ter trocado de roupa, ou quem sabe da próxima vez apostar na fralda mesmo, não tem porque se envergonhar. Não tá bonita, acho que sinto um odor ruim daqui. Beijos de queijo.”



Nem precisa perguntar se ela sabe ao menos um terço sobre corrida, não é? Pra apimentar mais um pouquinho e calar a boca da inveja nossa PILOTO respondeu via Facebook;
Cara Alessandra, triste é ver que existe mulheres como você que de alguma maneira tentam tirar o brilho de um trabalho de 14 anos com coisas tão fúteis!por isso os homens dizem que somos uma categoria desunida. Percebo que você é uma mulher que não entende nada de 
corrida então vou explicar: depois de uma hora de competição com a temperatura em mais de 40 graus sentada amarrada num cinto, todo o suor escorre pelo corpo, você não tem a imagem mas na parte de tras é pior ainda, há e tem piloto que urina no cockpit, mas pra sua tristeza não foi o meu caso! Eu até colocaria você paramentada num bco lateral comigo pra  andar uma hora e você veria o resultado, mas não vai dar porque mulher com seu nível de futilidade iria molhar meu bco de “xixi e piriri”!!! Passar bem, Débora Rodrigues/Piloto.

Obs.: caminhoneira é a profissional da estrada que dirige um caminhão de transporte, aquele que trás comidinha pra sua mesa, eu sou piloto porque só dirijo um cavalo mecânico transformado para competição que só pode ser usado em pistas de corrida ou AUTÓDROMO !!!”

Nem precisa de nem uma vírgula a mais, não é?
Então fica um recado para essa Alessandra; sobre de nível, pesquisa mais sobre as corrida, toma vergonha nessa tua cara lavada e fica caladinha !



Beka Rodrigues.
 

FELIPE GIAFFONE E DEBORA RODRIGUES CONQUISTAM PÓDIO PARA EQUIPE MAN/VOLKS EM CASCAVEL

A equipe MAN Latin America colocou dois pilotos no pódio da sexta etapa da Fórmula Truck, disputada hoje, em Cascavel (PR). Felipe Giaffone chegou na segunda colocação e Debora Rodrigues, no quinto lugar, conquistando assim os seus melhores resultados na temporada 2012.
 
Largando na quarta colocação, Giaffone fez uma prova bastante agressiva, ultrapassando os adversários na pista para conquistar mais um pódio. Com o resultado, ele subiu para a quarta colocação do campeonato brasileiro, com 68 pontos, três atrás de André Marques, também da MAN Latin America, que hoje não completou a corrida em Cascavel.
 
"Foi uma corrida bem movimentada, com mais ultrapassagens e disputas do que eu imaginava. O final da prova foi bastante desgastante e certamente o segundo lugar era o máximo possível hoje, tendo em vista o rendimento do Leandro Totti (vencedor da etapa de Cascavel). Com este resultado, subi para o quarto lugar na tabela e esperamos continuar esta ascensão nas quatro etapas restantes de 2012", diz Giaffone, atual campeão brasileiro e sul-americano de Truck.
 
A conquista de Débora Rodrigues foi certamente o que causou a maior festa na volta final da Truck em Cascavel, onde um público estimado de 50 mil pessoas compareceu ao evento que marcou a volta de uma categoria nacional ao reformulado autódromo do oeste do Paraná. Largando na 20ª colocação, Debora passou diversos adversários e conquistou a quinta colocação na última curva da última volta.
 
"Foi uma sensação incrível subir no pódio diante desta torcida tão carinhosa", disse uma emocionada Débora. "Desde os primeiros treinos, tive muita dificuldade em encontrar um ajuste ideal, mas hoje o caminhão estava muito rápido e consistente. Passei diversos pilotos, alguns inclusive na curva do Bacião, que é de altíssima velocidade. Em algumas manobras, fui para o tudo ou nada, porque queria muito este pódio. Fiquei muito feliz com a vibração da torcida e meu melhor resultado neste ano justamente no meu Estado natal", diz a única mulher a competir na Truck, que é paranaense de Bela Vista do Paraíso.
 
Renato Martins, piloto e chefe da equipe oficial da MAN Latin America da Truck, destacou a conquista de Giaffone e de Débora. No campeonato de marcas, o time está em segundo lugar, com 200 pontos, dez atrás do líder.
 
"Os dois estão de parabéns: fizeram corridas bem agressivas e foram premiados com o pódio. Infelizmente não conseguimos pontos comigo, com o Adalberto (Jardim) e o André (Marques), mas vamos buscar a retomada da liderança de marcas já na próxima etapa, em Córdoba, na Argentina", diz Renato, que cruzou a linha de chegada em sétimo, mas foi punido pela direção de prova após a bandeirada e ficou fora dos pontos.

É Festa !

A 6ª etapa de Fórmula Truck, realizada no Autódromo Internacional Zilmar Beux foi disputada e contou com muita gente que veio assistir os brutos acelerando na pista.

A briga por uma boa colocação foi intensa, e os pilotos deram um verdadeiro show de experiência com as manobras de ultrapassagem.

Alguns competidores tiveram problemas nos caminhões e precisaram recorrer aos boxes. Quem também esteve por lá foi o governador do Paraná Beto Richa, que assistiu a prova pela TV.

Um dos caminhões incendiou o que atrasou por poucos minutos o final da prova. Os cinco primeiros colocados foram Leandro Totti (1º); Felipe Giafonni (2º); Régis Boésio (3º); Geraldo Piquet (4º) e Débora Rodrigues (5º).

No pódio muita comemoração entre os ganhadores com direito a um banho de champanhe. Em coletiva a imprensa os vencedores avaliaram as participações no autódromo de Cascavel.

A RM Competições, equipe que utiliza caminhões MAN-Volkswagen, comemorou o segundo lugar, com Felipe Giaffone, e celebrou a volta de Débora Rodrigues ao pódio, em quinto.

Débora exultou o caráter festivo do evento que marcou a volta da Truck a Cascavel após cinco anos. “Quero agradecer demais ao público, que me apoiou tanto durante a prova, e dizer que estou feliz demais. Cascavel está de parabéns por essa etapa maravilhosa”, disse.

A CORRIDA

Diferente de anos anteriores, a largada do GP Crystal, a partir da curva 1, hoje curva da Vitória, fez com que os 23 pilotos da Truck se aglomerassem na curva do Bacião no Autódromo de Cascavel Zilmar Beux, sem ocorrência de incidentes. Beto Monteiro, pole-position, caiu para o terceiro lugar e abandonou a prova em seguida. Logo na segunda volta, foi Pedro Muffato, representante de Cascavel, quem abandonou, com problemas mecânicos.

Enquanto Wellington Cirino seguia na liderança, Renato Martins tinha de cumprir um drive-thru como punição por excesso de velocidade no ponto da pista onde um radar limita o ritmo a 160 km/h. Roberval Andrade reassumiu a segunda colocação na quarta volta. Leandro Totti, em terceiro, aproximava-se dos líderes. A ultrapassagem sobre Andrade na sexta volta, valendo o segundo lugar, deu-se pela linha externa do Bacião.

Andrade esboçou reação na sétima volta, mas a perda de rendimento do Scania do Corinthians o fez perder contato com a disputa pela liderança da corrida – ele abandonou na décima volta, com o caminhão envolto em fumaça. Ao mesmo tempo, Adalberto Jardim, então em 11º, parava com seu caminhão em chamas – o próprio piloto da RM Competições tentou extinguir o fogo com um extintor de incêndio, até a chegada da equipe de resgate.

A intervenção do Pace Truck na corrida reagrupou o pelotão. Cirino viu sua vantagem de 5s1 sobre Totti ser anulada, mas reagiu bem na relargada e manteve-se à frente até ser superado por Totti na 11ª volta na frenagem para a antiga curva Um, agora Curva da Vitória. O piloto da ABF Racing Team abriu vantagem gradativamente até a 18ª volta, quando Cirino parou nos boxes com problemas em seu caminhão e abandonou a corrida.

O fogo voltou à cena na 24ª volta da prova, desta vez no caminhão de João Marcos Maistro, que ocupava a décima posição. Duas voltas depois, foi Paulo Salustiano quem abandonou, depois de uma batida no muro que motivou a volta do Pace Truck à pista. Dada a nova relargada, Régis Boessio assumiu o segundo lugar ultrapassando Felipe Giaffone, que retomou sua posição após duas voltas para mantê-la até a bandeirada final.

A três voltas do fim, Valmir Benavides defendia a quinta posição e seu lugar no pódio quando saiu da pista. Débora Rodrigues superou Fred Marinelli a poucos minutos do fim e assegurou sua volta ao pódio da Truck, em quinto lugar. Totti venceu com mais de quatro segundos de vantagem sobre Giaffone, com Boessio em terceiro e Piquet em quarto. A próxima etapa, no dia 9 de setembro, será na pista argentina de Cordoba.

Depois de 33 voltas, o resultado final do Grande Prêmio Crystal, em Cascavel, foi o seguinte:

1º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1h00min12s894

2º) Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, a 4s352

3º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, a 11s143

4º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 17s283

5º) Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, a 26s345

6º) Fred Marinelli (SP/Iveco), Marinelli Competições, a 1 volta

7º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, a 1 volta

8º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis, a 1 volta

9º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, a 3 voltas

10º) Diumar Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, a 8 voltas

11º) Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports, a 8 voltas

12º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, a 9 voltas

NÃO COMPLETARAM

João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, a 11 voltas

Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis, a 14 voltas

Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 16 voltas

Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 20 voltas

Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports, a 23 voltas

Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, a 24 voltas

André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, a 24 voltas

Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, a 24 voltas

Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, a 30 voltas

Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 32 voltas

DESCLASSIFICADO

Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen)

Melhor volta: Cirino, na 4ª, 1min18s447, média de 140,334 km/h

CLASSIFICAÇÃO

Após seis etapas, a classificação do Campeonato Brasileiro de F-Truck é a seguinte: 1º) Totti, 107 pontos; 2º) Monteiro, 95; 3º) Marques, 71; 4º) Giaffone, 68; 5º) Cirino, 66; 6º) Andrade, 61; 7º) Salustiano, 50; 8º) Jardim e Marinelli, 39; 10º) Boessio, 37; 11º) Piquet, 36; 12º) L. Reis, 33; 13º) Rodrigues, e Benavides, 32, 15º) Maistro, 30; 16º) Martins, 23; 17º) Bueno, 21; 18º) Pucci, 17; 19º) J. Reis, 11; 20º) Dirani, 9; 21º) Fittipaldi e Muffato, 7; 23º) Gomes, 5; 24º) Lopes, 4.



Pra matar a vontade de pegar uma carona com a musa !




Assista a coletiva de imprensa em Cascavel !




Depois de muita insistência nossa piloto consegue mudar a cor do seu caminhão e vem com a cor Pink pra embelezar mais ainda a corrida, assista o vídeo e veja a transformação !



17
To Tumblr, Love PixelUnion